17 de Junho Dia da Consciência

Posted: 16/06/2010 in Comemorações, Informação, Pessoas

Na quinta-feira, 17 de Junho 2010, comemora-se o “Dia da Consciência”, em homenagem ao Cônsul Aristides de Sousa Mendes e a todos os outros diplomatas e não diplomatas que, durante a II Guerra Mundial, salvaram vidas humanas dos horrores do Holocausto.


Envelope comemorativo da acção dos 5 justos. Da esquerda para a direita; Giorgio Perlasca, Aristides de Sousa Mendes, Charles Lutz, Sempo Sugihara e Selahattin Ulkumen.

Para assinalar esta data convidamo-lo a juntar-se a nós, em Lisboa, na Missa de Acção de Graças que será celebrada por D. Tomaz da Silva Nunes, Bispo Auxiliar e Vigário-Geral do Patriarcado de Lisboa, na Sé Catedral, pelas 19h00.

Este evento, faz parte de uma série de comemorações e serviços ecuménicos espalhados por várias regiões dos continentes europeu e americano; no Vaticano, em São Paulo, em São Salvador da Bahia, em Fortaleza, no Ceará, em Braga, em Cabanas de Viriato, em Paris, em Bordéus, em Newark, em Nova Iorque, em São Francisco e em Montreal.

Para além destas cerimónias, a IRWF – International Raoul Wallenberg Foundation está a coordenar os vários eventos que se irão realizar nas diversas sinagogas que se irão juntar a esta comemoração.

O que é e porquê o Dia da Consciência? Foi neste dia que Aristides de Sousa Mendes decidiu, num rasgo de heroísmo, pondo em risco a sua carreira diplomática, o bem-estar e futuro da sua família, passar vistos a todos os que o solicitassem. Deste acto resultou o maior resgate perpetrado por um só indivíduo, ocorrido durante a II Guerra Mundial – cerca de 30.000 pessoas salvas.

Com os aviões alemães a sobrevoarem Bordéus, Aristides não hesitou e, auxiliado por vários voluntários, contando-se entre eles a sua família e o Rabi Kruger, montou um sistema de concessão de vistos.

Dentro e fora do consulado, Aristides colocou o carimbo mágico em passaportes e outros documentos, indo mesmo ao simples pedaço de papel. Estes vistos foram passados, indiscriminadamente, a todos os que dele careciam; ricos e pobres, membros de governos e famílias reais, industriais e estrelas de cinema, escritores e músicos, que se confundiam com uma imensa massa anónima em desespero.

Comentários
  1. […] Paragem do tempo num click… Blog sobre Fotografia e não só! « 17 de Junho Dia da Consciência […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s