Crise chegou ao Carnaval

Posted: 05/03/2011 in Canas de Senhorim, Eventos Canas de Senhorim, Imprensa
Tags: ,

Fruto da crise financeira que assola o país, a autarquia de Tondela decidiu não organizar nem apoiar eventos que fizeram a história do concelho ao longo dos últimos anos. Exemplo disso é o desfile de Carnaval que, este ano, não percorrerá as ruas da cidade. Em contraponto, renasce, de certo modo, a tradição dos folguedos carnavalescos nas aldeias e alguns até prometem espectáculo, como é o caso do Carnaval na Vila S. João do Monte, organizado pela Associação Desportiva Cultural e Recreativa de S. João do Monte e que, apesar de tudo, conta com pequenos apoios da Junta de Freguesia, do município, do IPJ e do Inatel. Na terça-feira de Carnaval, o corso carnavalesco tem início pelas 14h30, na Abóbada, seguindo pelo largo da feira, igreja e quartel dos bombeiros, e contornando o parque da Mata, local ‘paradisíaco’ da freguesia mais distante da sede do concelho. No desfile participarão o Grupo de Bombos de Castelões, o Jardim de Infância e EB 1 de S. João do Monte e o Teatrelo – Grupo de Jovens de Covelo de Arca (Oliveira de Frades). Quanto a carros alegóricos, participarão os dos Bombeiros Voluntários de Campo de Besteiros, através da Secção de S. João do Monte, a Comissão de Festas da Abóbada, o Grupo de Amigos do Caselho, o Rancho ‘As Capuchas’, a Associação Anjos da Guarda e a Associação Desportiva Cultural e Recreativa de S. João do Monte. A região oferece uma vasta oferta de carnavais para todos os gostos. O Carnaval que mais se assemelha ao dos irmãos brasileiros será o de Nelas, onde os bairros da Igreja e do Cimo do Povo competem entre si pelo melhor desfile, organizando dois corsos que percorrem as ruas da vila. Com fatos cheios de cor e brilho e ao ritmo de música latina, as centenas de participantes fazem todos os possíveis para oferecer um espectáculo memorável aos milhares de visitantes. A poucos quilómetros de distância, em Canas de Senhorim, onde, à semelhança de Nelas, o desfile é mercado pela ‘luta’ entre os corsos do Paço e do Rossio, numa rivalidade que dura há décadas, e que tem o seu ponto alto no embate entre os participantes de ambos os bairros nas quatro esquinas em Canas de Senhorim. No concelho vizinho de Carregal do Sal, mais concretamente em Cabanas de Viriato, realiza-se um dos carnavais mais ‘estranhos’ do país. Conhecida como a Dança dos Cus, os visitantes são convidados a participar, integrando um desfile que percorre as ruas da vila ao som de uma valsa, com os participantes a baterem os traseiros ao ritmo da música. Em Lazarim, no concelho de Lamego, o Carnaval é considerado dos mais genuínos, mantendo vivas tradições ancestrais, com máscaras carrancudas de madeira, esculpidas por artesãos da aldeia, que são utilizadas por jovens de ambos os sexos: os caretos e as senhorinhas. Em Viseu, organiza-se o desfile das crianças pelo centro da cidade, previsto para hoje, e o Carnaval de Passos de Silgueiros, que já conta com mais de duas décadas de existência, e que se destaca pela criatividade na altura de fazer os carros alegóricos.

IN: Diário de Viseu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s