PARA VER A GRAVAÇÃO ENTRE AQUI E VEJA A 4ª PARTE DO DIRECTO DA POVOA DE SANTO ANTÓNIO.

Desta vez, não foi o Aires dos Santos que foi até ao programa da RTP1 Praça da Alegria, mas sim a Praça da Alegria que veio até ao Aires dos Santos para mostrar Canas de Senhorim. Durante o programa da manhã, a equipa de reportagem liderada pelo conhecido apresentador Hélder Reis, fez 3 diretos de Canas de Senhorim para o mundo. A primeira intervenção foi feita na Quinta da Boiça, aqui foram filmadas as vindimas do Dão ao vivo, e foram apresentados os vinhos com especial destaque para o vinho que António Mouraz considera uma homenagem a uma tradição familiar, um vinho tinto DOC de 2006 “Mouraz Alexandre”, também apresentou um vinho rosé com predominância nas castas Touriga Nacional e Alfrocheiro, apresentou outro tinto “ Vale Tomé” dando destaque ao corvo que está estampado no rótulo, um pássaro que faz do Vale Tomé na Quinta da Boiça o seu habitat, António Mouraz lançou ainda um apelo aos caçadores para que preservem esta ave que sobrevoa aquela zona num pequeno bando de 12 Corvos. Como festa sem música não é festa, coube ao Rancho Folclórico de Vilar Seco animar o final deste direto.
O segundo direto foi na Póvoa de Santo António, uma visita guiada a um ”Lagar de Vara”, uma verdadeira relíquia dos nossos antepassados, um lagar em granito, com um processo de espremer o cardaço através de um enorme tronco de carvalho, atarraxado num grande fuso de madeira que quando chegava a altura de espremer o cardaço, acoplavam-lhe uma enorme pedra que ajudava a puxar a vara contra a adufa mantendo a pressão sobre o cardaço. A ornamentar toda a envolvência da adega onde se encontra este lagar com mais de 100 anos de existência, ainda se podem ver diversas máquinas de sulfatar e enxofradeiras em cobre, autenticas peças de museu, grandes tuneis ainda de construção de granito e pipas de dimensões consideráveis. Ainda houve espaço à apresentação de uma marca nova de vinho do Dão, João Rego apresentou o seu vinho “Fidalgas de Santar”, um DOC tinto colheita de 2011 e prometeu novidades para o próximo ano, com o lançamento de um vinho branco e um rosé.
O terceiro e último direto, foi também na Póvoa de Santo António, do outro lado da rua fica o “Cartório”, uma adega cheia de tradições, o cheiro do mosto do lagar, perfumava a rua junto à Capela de Santo António. No interior, dava-se uma última pisa no vinho, ou como se costuma dizer, mergulhava-se para dar cor. Da cuba, saía uma espuma, o vinho branco já ferve e o aroma é muito agradável. A mesa, bem composta, onde não faltam as iguarias beirãs, Chouriço, azeitonas caseiras, lombo de porco assado, frango de churrasco, sardinha de escabeche, pão de centeio e broa de milho, o vinho branco e tinto e por último mas não menos importante o requeijão de ovelha e o Queijo Serra da Estrela, estes últimos, da queijaria Quinta da Lagoa em Vale de Madeiros, mais um produto de enorme valor gastronómico da nossa terra. Armando Jorge fez a apresentação dos seus queijos, o queijo de pasta semi-mole e o queijo velho. Para acabar este direto, o Rancho Folclórico de vilar Seco interpretou o tema “Chora a videira”. Este dia terminou com uma grande confraternização com todos os intervenientes, a mesa farta foi um regalo para aqueles que se associaram a esta festa. Por último agradecer ao Aires dos santos, pois foi quem organizou todo o convívio e mais uma vez levou o nome de Canas de Senhorim aos quatro cantos do mundo com as suas tradições, a sua cultura a sua gastronomia e as suas gentes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s